Aposta esportiva: Mike Tyson X Roy Jones Jr.

Neste sábado (28/11), acontece o confronto que está sendo chamado por muitos de “a luta do ano”. As lendas do boxe Mike Tyson e Roy Jones Jr. voltam a subir no ringue para protagonizar um duelo que povoou o imaginário dos fãs por muitos anos. Quando os dois gigantes estavam na ativa, as tratativas para que eles se enfrentassem chegaram a ser iniciadas, mas nunca finalizadas. Se na época as negociações ficaram no quase, agora o embate finalmente vai sair do papel. Engana-se quem acha que, pelo fato de os dois lutadores estarem aposentados, o público perdeu o interesse. É justamente o contrário: o evento já bateu o recorde de vendas antecipadas de pay-per-view e tem potencial para quebrar ainda mais marcas. Será uma noite histórica para os aficionados pela nobre artepara os entusiastas da aposta esportiva.

Mike Tyson

A trajetória do Iron Mike é cheia de momentos marcantes dentro e fora dos ringues. Infelizmente, muitos deles por atitudes condenáveis. A infância pobre e sem o pai provavelmente tenham influenciado negativamente o menino. O jovem Michael Gerard Tyson foi preso diversas vezes por pequenos delitos quando era criança, até ser mandado para um reformatório aos 11 anos. Lá, ele foi apresentado ao boxe, e sua incrível aptidão para o esporte transformou sua vida. 

A ascensão de Tyson foi meteórica. Depois de estrear profissionalmente nocauteando Hector Mercedes em menos de 2 minutos, ele seguiu derrubando adversário atrás de adversário. Com apenas 20 anos, se tornou o campeão peso-pesado mais jovem da história do boxe. Suas primeiras 19 vitórias aconteceram por KO, e ele só conheceu o sabor da derrota após 37 lutas de invencibilidade. Em 1992, foi condenado a 6 anos de prisão por estupro, dos quais cumpriu 3 até ser liberado por bom comportamento. Então retornou aos ringues e seguiu derrubando os oponentes, até se encontrar com Evander Holyfield. No primeiro duelo, Mike perdeu a luta e o cinturão, mas a revanche foi ainda pior. Frustrado com o andamento da luta, ele mordeu por 2 vezes a orelha do adversário e foi desqualificado. 

Tyson ainda fez mais algumas lutas depois do incidente, mas sua carreira e seus resultados nunca mais foram os mesmos. Em 2005, decidiu se aposentar após duas derrotas consecutivas. Agora, aos 54 anos, ele retorna mais uma vez em busca de redenção – e, é claro, de uma bolsa estimada em 50 milhões de dólares.

Roy Jones Jr.

As origens do Capitão Gancho em nada lembram as de Tyson. Filho de um pugilista profissional, Roy Jones Jr. cresceu respirando o boxe. Assim como seu adversário de sábado, ele logo acumulou façanhas memoráveis. Na época de amador, seu principal feito foi a conquista da prata olímpica – que, segundo especialistas, na verdade deveria ter sido um ouro. No profissional, também começou com uma sequência avassaladora. Suas 15 lutas iniciais foram vencidas por KO. A primeira derrota chegou apenas no 35º confronto, mas não por inferioridade técnica, e sim pela desqualificação devido a um golpe ilegal. RJ só foi realmente superado por um oponente em seu 51º embate.

Outro ponto no qual Junior difere de Tyson é a aposentadoria: ele pendurou as luvas após uma sequência de quatro vitórias, “saindo por cima”. Até hoje, seu boxe é considerado um dos mais perfeitos de todos os tempos. Anderson Silva, atleta legendário do MMA, é fã de carteirinha do boxeador. Sua carreira foi marcada por muitos recordes, como o maior número de defesas de cinturão, títulos mundiais em 4 categorias de peso e diversas outras conquistas. Agora, ele tenta alcançar mais uma façanha histórica: derrotar Mike Tyson.

A luta

Segundo Andy Foster, diretor executivo da Comissão Atlética da Califórnia, o duelo não vai passar de uma luta de exibição. Os atletas discordam. Eles já se provocaram nas redes sociais e se recusaram a usar capacetes, uma das condições que a Comissão tentou impor para que o combate fosse realizado. Porém, mesmo sem a anuência dos lutadores, algumas regras foram alteradas. Em vez de 12 rounds de 3 minutos, o confronto terá 8 rounds de 2 minutos. Não haverá juízes oficiais marcando pontos, e sim algumas celebridades convidadas. As luvas serão de 12 onças em vez de 10, diminuindo o dano dos golpes desferidos. Também foi acordado que, caso um dos dois sofra algum corte profundo, a luta será interrompida.

As casas de aposta apontam Tyson como favorito. Porém, Jones Jr. é 3 anos mais jovem e se aposentou apenas em 2018, enquanto Mike não luta há 15 anos. Pra quem gosta de apostar em zebras, esta é uma ótima oportunidade.

Onde apostar

Como sempre, você tem ótimas opções. A Sportingbet é uma delas. Outras alternativas interessantes são as seguintes:

Boa sorte!


Compartilhe:

Deixe uma resposta