Guia da Copa América para Apostadores

Chegou um dos momentos mais aguardados pelos brasileiros que curtem futebol: a Copa América. Aliás, a competição é muito esperada também pelos apostadores, pois oferece ótimas oportunidades para quem está por dentro do futebol sul-americano. Se este não for o seu caso, tudo bem. Foi justamente pensando em pessoas como você que desenvolvemos este Guia da Copa América para Apostadores. Quer saber tudo sobre o campeonato de seleções mais antigo do mundo e descobrir como lucrar com este evento na 1xBet? Então vem comigo que eu explico.

A Copa América

Nem todos sabem, mas o campeonato continental sul-americano é a competição de seleções mais antiga do mundo disputada por atletas profissionais. Ela tem mais de um século de história: sua primeira edição aconteceu em 1916. Em 2021, os craques latinos entram em campo pela 47ª vez em busca da taça mais cobiçada do continente. Mas como vem cada seleção? Quem tem mais chances? Em qual equipe vale a pena apostar? Confira, abaixo, uma breve análise sobre o que esperar de cada país.

Argentina

Os hermanos vêm famintos por um título para quebrar o jejum de 26 anos sem levantar uma taça. Principalmente o capitão Lionel Messi, que é considerado um dos maiores jogadores de todos os tempos mas jamais ergueu um troféu pela Seleção Argentina profissional. Parceria de qualidade é o que não falta para o atacante do Barcelona. A provável escalação do jovem técnico Scaloni deve ser a seguinte:

Andrada; Foyth, Martínez Quarta, Otamentdi e Tagliafico; Paredes, De Paul e Palácios; Messi, Lautaro Martínez e Agüero.

Bolívia

Para a surpresa de muitos, a Bolívia já foi campeã da competição uma vez: em 1963. De lá pra cá, porém, seu desempenho sempre esteve longe de credenciar os bolivianos como candidatos ao bi. O momento atual não foge à regra. As chances de um novo título para La Verde são mínimas, para não dizer inexistentes. O treinador venezuelano César Farías e o craque do time Alejandro Chumacero terão imensas dificuldades para avançar no campeonato. A provável escalação boliviana é a seguinte:

Lampe; D. Bejarano, Haquin, Jusino e M. Bejarano; Chumacero, Justiniano, Galindo e Saavedra; Arce e Álvarez.

Brasil

O Brasil é o atual campeão e novamente chega como um dos favoritos ao título. É uma seleção tradicional, com ótimos valores individuais e um técnico experiente. O ambiente interno, entretanto, está bastante conturbado por questões políticas. Nas últimas partidas, Tite vem variando o time e testando atletas, mas sua escalação deve ter como base os seguintes jogadores:

Alisson; Danilo, Éder Militão, Marquinhos e Alex Sandro; Casemiro, Fred e Lucas Paquetá; Richarlison, Neymar e Gabriel Jesus.

Chile

Com a melhor geração de sua história, o Chile conquistou seus dois primeiros e únicos títulos justamente nessa competição. Depois das taças de 2015 e 2016, porém, a Roja não conseguiu manter o bom rendimento. Muitos consideram que o time está envelhecido, mas é importante lembrar que também está mais experiente. O técnico Martín Lasarte deve entrar em campo com a seguinte formação:

Bravo; Isla, Medel, Maripán e Parot; Aránguiz, Pulgar e Vidal; Fuenzalida, Alexis e Vargas.

Colômbia

Los Cafeteros entram em campo buscando seu segundo título da competição 20 anos após a conquista do primeiro e único, em 2001. Porém, a missão será difícil, já que os colombianos estarão desfalcados de suas duas maiores estrelas: James Rodríguez e Falcão García. A equipe ainda conta com o craque Cuadrado. Mas liderar sua seleção rumo à taça talvez seja um fardo muito grande para ele carregar sozinho. Reinaldo Rueda deve escalar os seguintes jogadores:

Ospina; Medina, Mina, Sánchez e Tesillo; Cuéllar, Uribe, Cuadrado e Díaz; Zapata e Muriel.

1xbet-copa-américa-apostar-2

Equador

Entre os 10 filiados à CONMEBOL, o Equador é um dos dois países que nunca foram campeões da América. E provavelmente não é nesse ano que vai quebrar a escrita, já que o desempenho recente não o coloca entre os favoritos. Ainda assim, há uma luz no fim do túnel: La Tri é a atual campeã Sul-americana Sub-20, e está recheada de jovens promissores. Ainda assim, a esperança é mais para o futuro do que para o presente. Dificilmente os equatorianos conseguirão chegar à final. O argentino Jorge Célico deve escalar os seguintes atletas:

Padilla; Carabalí, Torres, Arreaga e Palacios; Méndez, Franco, A. Ibarra, Mena e R. Ibarra; Enner Valencia.

Paraguai

Os paraguaios são 2x campeões da América, mas sua última conquista foi no longínquo 1979. De lá pra cá, até conseguiram alguns resultados interessantes, mas já faz algum tempo que não beliscam um título. Ainda não deve ser dessa vez que quebrarão o jejum, pois atualmente a seleção do Paraguai passa por um processo de reformulação. O técnico Eduardo Berizzo deve mandar a campo os seguintes atletas:

Fernández; Piris, Gómez, Balbuena e Riveros; Morel, Villasanti, Martínez e Almirón; Romero e Lezcano.

Peru

Assim como o Paraguai, o Peru também conquistou dois títulos muitos anos atrás. Seu retrospecto recente, porém, é muito melhor. A Blanquirroja é a atual vice-campeã da competição, e obteve resultados muito expressivos recentemente. Talvez, essa seja uma das últimas chances dessa boa geração peruana encerrar seu ciclo na seleção com uma taça. O treinador Ricardo Gareca deve escalar o seguinte time:

Gallese; Advíncula, Zambrano, Abram e Trauco; Tapia, Aquino e Yotún; Costa, Flores e Guerrero.

Uruguai

A Celeste é a maior campeã da competição e sempre entra como candidata ao título. A eliminação nas quartas para o Peru, em 2019, pode até passar outra impressão. Mas é só dar uma olhada na qualidade de seus jogadores para acreditar que, sim, o Uruguai pode levantar outra taça. Para alcançar este objetivo, Óscar Tabárez deve mandar a campo:

Muslera; Cáceres, Godín, Giménez e Viña; Betancur, Valverde, Nández e Vecino; Suárez e Cavani.

Venezuela

Além do Equador, a Venezuela é a única seleção filiada à CONMEBOL que nunca foi campeã continental. Sua melhor participação foi em 2011, quando alcançou um honroso quarto lugar. Em 2021, La Vinotinto dificilmente conseguirá repetir esse desempenho. A seleção venezuelana está passando por uma troca de gerações e desfalcada de Josef Martínez, seu principal nome, que se recusa a jogar com o técnico Dudamel. Assim, ele deve mandar a campo a seguinte formação:

Faríñez; Hernández, Osorio, Villanueva e Rosales; Y. Herrera, Rincón, Machís, Soteldo e Murillo; Rondón.

Onde apostar

Agora que você já sabe tudo o que precisa para apostar na Copa América, falta apenas saber onde, certo? Pois agora não falta mais: nossa dica é a 1xBet. Ela é uma das maiores casas de apostas do mundo, segura, qualificada e oferece uma quantidade enorme de mercados. Para melhorar o que já era bom, a casa ainda dobra o valor do seu primeiro depósito até o limite de R$ 1.200,00. É isso aí: até R$ 1.200,00 em bônus! Não é demais? Então clique no botão abaixo, cadastre-se na 1xBet e comece a ganhar hoje mesmo. Boas apostas!

1xbet-copa-américa-apostar-3


Compartilhe:

Deixe uma resposta