Apostas em Grand Slams na Sportingbet

Entre todos os mercados disponíveis nas grandes casas de apostas esportivas, um dos mais populares é o de tênis. Os motivos são muitos. Mas o maior deles – além de ser um esporte muito interessante, é claro – é a grande possibilidade de lucro que este mercado oferece. Porém, para que essa oportunidade não se converta em perdas, logicamente é necessário entender um pouco sobre o esporte. E é justamente para isso que este artigo foi desenvolvido: para ajudar você a fazer suas apostas em Grand Slams. A seguir, vamos ver questões como:

– jogadores;

– tipos de quadra;

– principais torneios;

– regras;

– e muito mais.

Vamos lá?

O que preciso saber para fazer apostas em Grand Slams?

Primeiramente, é óbvio, você precisa ter alguma familiaridade com este esporte. Mas se não for o seu caso, tudo bem: a dinâmica do tênis é bastante simples de entender apenas observando uma partida. O que pode confundir um pouco, porém, é o sistema de pontuação, diferente dos outros esportes. Veja, abaixo, como ele funciona.

Pontuação

Para vencer uma partida de um torneio comum, é necessário ganhar dois sets em uma melhor de três. Cada set é vencido pelo primeiro jogador a fechar 6 games. E cada game é vencido pelo primeiro a marcar 4 pontos. Até aqui tudo bem, certo? Pois é agora que começam as peculiaridades. Os 4 pontos mencionados não são contabilizados pelos números 1, 2, 3 e 4, mas sim por 15, 30, 40 e game. Porém, para ganhar, é necessário ter ao menos 2 pontos a mais que o oponente. Ou seja, o adversário pode ter 0, 15 ou 30 pontos. Caso o resultado chegue a 40-40, ainda será necessário abrir dois pontos.

Por exemplo: o jogo entre Zé e João está em 40 iguais. Então Zé marca um ponto e fica com a vantagem. Se ele fizer também o próximo ponto, vencerá o game. Se João ganhar o ponto, o jogo volta a 40-40, e o processo se repete até alguém conseguir a vantagem de 2.

Para fechar um set, também é necessária uma vantagem de dois games. Isso quer dizer que você vencerá se ganhar 6 games e, o adversário, no máximo 4. Caso o set chegue a 5 – 5, a situação muda e ele vai até 7. Assim, um dos jogadores pode vencer por 7-5. Mas se empatar novamente em 6-6, ocorrerá um tie-break de 7 pontos. Nesse caso, a contagem é “normal”, ou seja, de 1 a 7. Entretanto, ainda será necessário ter dois pontos de vantagem para vencer. Se essa vantagem não for obtida, os atletas seguem jogando até que um deles consiga os 2 pontos, fature o tie-break e vença o set.

sportingbet_apostas_em_grand_slams_02

Nos Grand Slams – os 4 principais torneios da temporada -, há uma pequena diferença: o jogo é uma melhor de 5, ou seja, vence o primeiro a ganhar 3 games. O mais tradicional deles – Wimbledon – possui regra diferente para decidir o 5º set. É preciso abrir 2 games de qualquer forma, não há tie-break. Porém, houve uma partida que durou 11h5 e precisou ser disputada em 3 dias (com interrupções, é claro), terminando em impressionantes 70-68. Após esse episódio, a regra foi alterada, e após um 12-12, agora é disputado um tie-break.

Jogadores X Tipos de Quadras

Se uma partida de basquete é disputada sempre sobre piso e uma de futebol é sempre na grama, no tênis é diferente. Há diversos tipos de quadra, sendo as principais:

– saibro;

– dura (piso/borracha);

– grama;

– carpete.

No saibro, a bola perde mais velocidade ao quicar e ajuda jogadores bons no fundo da quadra. As duras são um pouco mais rápidas e favorecem saques fortes e trocas de bola velozes. As de grama são ainda mais rápidas, sendo ideais para o estilo saque-voleio, entre outros. As de carpete são as mais velozes das 4, mas também as mais raras. Nenhum Grand Slam é disputado no carpete.

Alguns jogadores são especialistas em determinados pisos, e isso faz toda diferença na hora de apostar. Veja o caso de Rafael Nadal, por exemplo. Um dos melhores jogadores em atividade e de todos os tempos, o espanhol é um verdadeiro fenômeno no saibro. Ele venceu nada menos que 13 Roland Garros, o único Grand Slam disputado nesse piso. É um recorde absoluto e que ainda pode aumentar. Outro tenista lendário – que para nossa sorte ainda joga -, Roger Federer tem 8 títulos na grama sagrada de Wimbledon. E fechando o “Big 3” da atualidade, o sérvio Novak Djokovic conquistou 9x o Australian Open. Isso deixa bem claro como a relação estilo X piso faz diferença, né? Então fique atento a esses fatores quando fizer apostas em Grand Slams.

Por que é tão bom apostar em tênis?

Primeiramente, pela quantidade de mercados disponíveis. Alguns dos principais são:

– vencedor da partida;

– vencedor do set;

– mais/menos (games na partida);

– handicap;

– campeão do torneio;

– e muito mais.

Outra razão é o calendário, que prevê competições durante o ano todo. Ou seja, dá pra apostar de forma organizada e relativamente constante. Mas, na maior parte, a popularidade das apostas em Grand Slams vem do Ao Vivo. A cada lance, mais e mais possibilidades surgem. Quem fará o próximo ponto, vencerá o game seguinte ou quebrará antes o saque do adversário? E por aí vai. Por essas e outras, esse é o esporte mais procurado para apostas depois do futebol.

 

Onde apostar

Como os Grand Slams são muito requisitados para apostas, você vai encontrá-los em praticamente todas as casas. Mas nossa sugestão, no momento, é a Sportingbet. Além de ter uma ótima variedade de mercados, a operadora é fácil de utilizar e oferece um bônus de boas-vindas muito atrativo para novos clientes. Então clique no botão abaixo, resgate seu bônus e aproveite: em maio, tem Roland Garros!

sportingbet_apostas_em_grand_slams_03


Compartilhe:

Deixe uma resposta