UFC 179: Aldo x Mendes II – Card Principal

 

  • UFC 179 – 25/10 – Sábado – Maracanãzinho

aldoxmendesPeso-pena (luta pelo título): José Aldo (c) (BRA) x Chad Mendes (EUA)

O último dos moicanos é José Aldo no UFC. Em tempos de Anderson Silva, Renan Barão e Junior Cigano, o derradeiro cinturão brasileiro é do manauara da Nova União. No Rio de Janeiro, dificilmente, por mais que tenha evoluído, Chad Mendes tomará o título de Aldo.

Possivelmente o lutador mais explosivo do evento, Aldo deve seguir a estratégia de minar bastante as pernas de Mendes e permanecer a uma distância segura das mãos do americano, fugindo da curta distância e frequentemente atacando e saindo em diversos ângulos. Em algum momento, pode se crer que um golpe mais incisivo fure a guarda do adversário e Aldo finalize o combate e corra para a torcida, como da última vez.

José Aldo por KO, TKO ou Desqualificação @2.20

teixeiraxdavisPeso-meio-pesado: Glover Teixeira (BRA) x Phil Davis (EUA)

Phil Davis nunca perdeu duas vezes ou foi nocauteado. Mas tudo tem sua primeira vez. No Rio de Janeiro contra o avassalador Glover Teixeira, o All-American wrestler vai ter que suar muito para passar chegar ao terceiro round. Com jogo semelhante ao de Jon Jones, Davis não tem o fator que foi preponderante para a vitória do americano sobre Glover: a envergadura.

Assim sendo, o brasileiro vai encontrar oportunidades para encurtar o jogo em pé e soltar suas bombas sempre que possível. Além disso, Davis é pouquíssimo efetivo em pé, tem um jogo de derrubadas mais sólido que Glover, mas no chão, o jogo se inverte. E amarrar Glover não vai ser tarefa fácil. Estar por baixo então, um abraço.

Menos de 2.5 Rounds @2.70

maldonadoxstringerPeso-meio-pesado: Fábio Maldonado (BRA) x Hans Stringer (HOL)

Fábio Maldonado é um cara que luta com o coração. Não tem o melhor gás, uma grande defesa de quedas, mas tem um boxe de altíssimo nível. E é isso o que o torna bastante perigoso para o holandês Hans Stringer. Isso, sem ressaltar o fato de que a torcida luta junto com Maldonado, ainda mais no Brasil. E isso pesa a favor do sorocabano sim.

Mantendo o combate em pé e minando o corpo de Stringer, Maldonado tem a faca e o queijo em mãos. Tem que se precaver caso em algum instante esteja por baixo no jogo de chão, pois sua mobilidade limitada pode fazer com que Stringer abra seu arsenal e apronte uma. Fora desse cenário, o combate deve se desenrolar com uma boa dose de emoção para os brasileiros.

Fábio Maldonado ML @1.80

elkinsxmineiroPeso-pena: Darren Elkins (EUA) x Lucas Mineiro (BRA)

Darren Elkins é a personificação da expressão “casca grossa”. O americano é um lutador absurdamente resiliente e tem o poder de derrubar quem quiser. Nisso pode focar suas ações contra Lucas Mineiro, um pupilo da lendária Chute Boxe. O brasileiro, por sua vez, vai precisar ser mais ativo e menos plantado no octógono para surpreender o jogo já conhecido do americano. Com uma boa movimentação e algumas combinações, pode magoar Elkins e transformar a luta em algum momento tendo a chance de finalizar a luta.

Em qualquer uma das situações, é de se crer que ambos passem dos dez minutos de luta. O peso-pena não é palco de bordoadas que decidem lutas tão rapidamente.

Mais de 2.5 Rounds @1.57

ferreiraxdariushPeso-leve: Diego Ferreira (BRA) x Beneil Dariush (EUA)

Diego Ferreira está invicto em sua carreira de onze lutas. No UFC, nocauteou Ramsey Nijem e finalizou Colton Smith em combates que somados não passam de 2.5 rounds. Mas nessa noite, o desafio está um degrau acima. Tão empolgante quanto foi o americano com ascendente iraniana Beneil Dariush. Com nervos à flor da pele, o combate tem grandes chances de ser o melhor da noite.

Todavia, crendo numa melhor variação na estratégia e golpes para surpreender o americano, além de claro, da torcida brasileira, Diego deve ter dificuldades, mas encontrará, principalmente se estiver no chão, uma brecha no jogo de Dariush, vitimando o americano no Rio.

Diego Ferreira ML @1.40


AutorApostasFC apostasadmin
data25/10/2014


Compartilhe:

Deixe uma resposta